Alcolumbre contraria senadores lavajatistas e fecha acordo por segunda instância em abril

0
Sessão do Senado Federal durante votação em segundo turno da reforma da Previdência Social. Presiente s filhos do presidente Jair Bolsonaro, Eduardo e Flávio, com o Seandor David Alcolumbre. Brasilia22-10-2019. Foto: Sérgio Lima/PODER 360

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), indicou que levará a proposta que habilita a prisão em segunda instância à discussão no plenário somente em abril. Tal cronograma contraria a expectativa de senadores alinhados à Lava Jato, que gostariam de retomar a votação do projeto no início de fevereiro.

O compromisso, de acordo com a coluna Painel, da Folha de S.Paulo, foi chancelado pelo líder do governo na Casa, Fernando Bezerra (MDB-PE), que recolheu assinaturas de senadores que consentiram o acordo nesta terça (10).

A ideia de adiar a discussão tem por objetivo dar tempo à Câmara para andar proposta de emenda constitucional – na visão destes parlamentares, este é o caminho mais seguro para evitar questionamentos jurídicos no futuro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui