Flamengo vence Fluminense e pode até empatar para ser campeão do Carioca

0

A finalíssima será na próxima quarta-feira, às 21h (horário de Brasília), no Maracanã. O duelo será transmitido pelo SBT, já que o Flamengo será o mandante e negociou com a emissora de Silvio Santos. Mobilização leva mosaico ao Maracanã Uma mobilização de torcedores autorizada pelo público levou um mosaico tricolor ao Maracanã. O setor leste inferior do estádio recebeu as inscrições da campanha #ÉpeloFlu, feita pela torcida buscando associação em massa ao Fluminense. Dois grupos de dez torcedores cumpriram o protocolo Jogo Seguro, da Ferj, para montar o mosaico com a hashtag, que levou cerca de 10 horas para ser concluído
Jesus mexe no time titular com quatro mudanças; Flu sem Fred e Nino Jorge Jesus parece incomodado com a última atuação do Flamengo. Para enfrentar novamente o Fluminense, o português realizou quatro mudanças na equipe titular.
Além de Bruno Henrique, lesionado, perderam as posições Léo Pereira, Everton Ribeiro e Gerson para as entradas de Gustavo Henrique, Diego, Vitinho e Pedro. O Tricolor, por sua vez, escolheu Evanilson e Digão para os desfalques de Fred (problema oftalmológico) e Nino (joelho), respectivamente. Pedro marca de novo e é o melhor do Fla A lei do ex segue em vigência no futebol mundial. E Pedro a aplicou novamente no Maracanã. Na chance que teve, o camisa 21 fez um golaço para abrir o placar. O primeiro tempo do centroavante foi muito além do gol, inclusive. Ganhando a maioria das disputas e servindo seus companheiros com passes precisos no pivô, o camisa 21 foi o melhor do Flamengo em campo. Dodi vai bem na defesa e no ataque O volante Dodi foi o destaque do Fluminense no jogo. Atuando pelo lado esquerdo em um tripé de volantes escalado por Odair Hellmann, o volante foi bem tanto na marcação quanto nas saídas em velocidade, pedido do treinador. Saíram de seus pés as melhores jogadas do Tricolor, principalmente no segundo tempo.

Fluminense começa melhor e anula Fla
Assim como ocorreu na final da Taça Rio, o Fluminense iniciou o primeiro jogo da sinal neutralizando o meio de campo do Flamengo. Prova disso é que o Rubro-negro não conseguia levar perigo ao gol adversário. O Tricolor, por sua vez, chegava com perigo pelas laterais, mas também sem uma chance concreta.
Flamengo aproveita vacilo e abre placar com golaço de Pedro

A tática do Fluminense em anular o adversário dava resultado, mas bastou um vacilo para o Flamengo aproveitar e fazer o primeiro gol. O rubro-negro recuperou a bola no campo de ataque e realizou rápida troca de passes até Diego servir Pedro, que, com categoria, acertou o ângulo de Muriel: 1 a 0.
Zaga sente falta de Nino e cede espaçosA principal mudança na atuação do Fluminense no primeiro jogo da final do Campeonato Carioca em relação à decisão da Taça Rio foi na zaga. O Tricolor sentiu muita falta de Nino, desfalque por entorse no joelho. Apesar de não ser um jogador rápido, o jovem zagueiro do Flu compensa com bom posicionamento e saídas rápidas, o que não aconteceu nem com Digão e principalmente com Matheus Ferraz. Com a dupla nova, o Fluminense foi muito mais lento nas coberturas, facilitando a abertura de espaços para o veloz ataque do Flamengo.
Fluminense busca ataque e empata com Evanílson
O Fluminense se lançou ao ataque no início do segundo tempo. Assim como no primeiro tempo, o Flamengo parecia preso à marcação do adversário. O grande destaque do Tricolor em campo era Dodi, pela esquerda, que levava muito perigo com jogadas em velocidade e infiltrações. Yago Felipe quase marcou um golaço aos 13min. No lance seguinte, Egídio cruzou com qualidade para Evanílson escorar e deixar tudo igual: 1 a 1.

Insatisfeito, Jesus faz mudança tripla e volta com ‘barrados’
[ Insatisfeito com a atuação do Flamengo no segundo tempo, Jorge Jesus realizou três mudanças logo após o gol de empate. Diego, Vitinho e Arrascaeta deram lugar a Gerson, Everton Ribeiro e Michael. Com as mudanças, o time ficou mais parecido com o titular do restante da temporada, com a exceção de Bruno Henrique, lesionado. Everton Ribeiro e Gerson, que haviam sido barrados, tiveram nova chance.
A Zaga do Fla volta a ‘sofrer’ adiantada
O Flamengo cometeu mais uma vez os mesmos erros contra o Fluminense. O Tricolor entrou em campo disposto a aproveitar os espaços que a defesa adiantada do Fla concede em seus jogos, principalmente pelo lado esquerdo. Jorge Jesus trocou Leo Pereira por Gustavo Henrique, mas a mudança não surtiu efeito. Foi nos lançamentos para a velocidade nas costas da zaga que Evanilson invadiu a área para empatar o jogo.
Diego Alves evita virada do Flu

O Fluminense sentiu o bom momento e partiu para cima em busca da virada. E ela só não aconteceu porque Diego Alves realizou grandes defesas. As principais foram em chutes e Yago Felipe: uma à queima-roupa e ourra da entrada

Fla marca com Michael e garante vantagem
[A vontade de chegar á virada concedeu espaço precioso ao Flamengo. Em rápido contra-ataque, Gabigol usou sua velocidade pela direita para encontrar Michael centralizado: 2 a 1. Com o resultado, o Flamengo assegura a vantagem do empate na finalíssima na próxima quarta-feira.
Alan: Polêmica! Gabigol é expulso e está fora da final
No finzinho do jogo, Gabigol foi expulso estranhamente e está fora do segundo jogo da final do Campeonato Carioca. Em mexida também não usual, Jorge Jesus chamou Leo Pereira para tirar o camisa 9, aparentemente para paralisar o jogo e ganhar tempo. O atacante, que estava na ponta direita, demorou a sair de campo, e o árbitro Wagner do Nascimento Magalhães lhe deu cartão amarelo. Como já tinha o primeiro, acabou expulso. Após o jogo, o treinador do Flamengo e um grupo de jogadores foi até o juiz reclamar da expulsão.
FICHA TÉCNICA FLUMINENSE 1 x 2 Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ) Data e horário: 12 de julho de 2020 (domingo), às 16h (de Brasília) Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães Assistentes: Luiz Claudio Regazone e Michael Correia VAR: Carlos Eduardo Nunes Braga Cartões amarelos: Matheus Ferraz, Marcos Paulo, Gilberto (Fluminense); Rodrigo Caio, Gabigol, Vitinho, Gerson (Flamengo)

Gols: Pedro, aos 28 minutos do primeiro tempo; Evanilson, aos 15′, e Michael, aos 27 minutos do segundo tempo

FLUMINENSE: Muriel; Gilberto, Matheus Ferraz, Digão, Egídio; Hudson, Dodi (Michel Araújo) e Yago Felipe (Yuri); Nenê (Miguel), Marcos Paulo (Caio Paulista) e Evanilson (Fernando Pacheco). Técnico: Odair Hellmann.
FLAMENGO: Diego Alves; Rafinha, Rodrigo Caio, Gustavo Henrique, Filipe Luís; Willian Arão, Diego (Everton Ribeiro), Arrascaeta (Michael), Vitinho (Gerson); Gabigol e Pedro (Pedro Rocha). Técnico: Jorge Jesus.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui