Pague Menos – Gerente é absolvida em ação que a responsabilizava por explosão

0

A gerente da farmácia Pague Menos que explodiu em Camaçari, em novembro de 2016, Maria Rita dos Santos Sampaio, foi absolvida da ação que a responsabilizava pelo incidente, que matou 10 pessoas e feriu outras 17.

A decisão foi tomada pelo Juiz Waldir Viana Ribeiro Junior, da Vara do Júri e Execuções Penais da Comarca de Camaçari, que entendeu que o fato aconteceu motivado por circunstâncias consequentes de uma decisão que não cabia à acusada, mas aos seus superiores hierárquicos, mesmo ela sendo omissa em relação ao risco iminente.

Isso porque, no período do aciente, intervenções no telhado e no sistema de ar-condicionado estavam sendo feitas sem que o atendimento na loja fosse interrompido. As obras realizadas, por envolverem o uso de solda e a presença de inflamáveis nas prateleiras, provocaram a explosão.

Na sentença a Corte ressaltou: “A cultura na empresa é de não fechar as lojas para serviços de reparos ou reforma, mantendo a continuidade dos negócios de varejo, ainda que em condições inapropriadas, ou mesmo com risco de dano às integridades físicas dos empregados e consumidores”.

Maria Rita foi acusada junto com outras quatro pessoas, Luciano Santos Silva, Rafael Fabrício Nascimento de Almeida, Augusto Alves Pereira e Erick Bezerra Chianca, mas teve seu caso desmembrado, sendo julgada separadamente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui