Glenn Greenwald revela conversa com fonte de mensagens vazadas

0

O fundador do site The Intercept Brasil, Glen Greenwald, decidiu revelar um diálogo com a sua fonte no vazamento das mensagens entre Sergio Moro, então juiz da Lava Jato, e outras autoridades. Em diálogo repassado pelo jornalista e publicado pela Veja na manhã desta sexta-feira (26), a fonte nega que seja o responsável pela invasão ao Telegram do ministro da Justiça e que tenha trocado qualquer mensagem.

“Viu isso?”, pergunta Glenn, ao enviar uma matéria da Folha de S. Paulo sobre a denúncia feita por Moro, de que seu aparelho celular havia sido invadido e que o hacker teria trocado mensagens.

“Vi agora. Com isso a massa vai ficar quente, é bom ter cautela. Posso garantir que não fomos nós”, responde a fonte. “Nunca trocamos mensagens, só puxamos. Se fizéssemos isso ia ficar muito na cara”, explica o hacker, que afirma ter extraído todo o conteúdo na série chamda de “Vaza-Jato”, do Telegram do procurador Deltan Dallagnol.

O hacker reforça que não se tratam de “newbies” (amadores) e reforça que a invasão não “condiz” com o seu “modo de operar”: “Nós acessamos telegrama com a finalidade de extrair conversas e fazer justiça, trazendo a verdade para o povo.”

O primeiro contato com a fonte, segundo Glenn, ocorreu no início de maio, um mês antes da denúncia feita pelo ex-juiz federal. O jornalista diz que foi apresentado ao hacker por meio de um intermediário, mas que nunca o conheceu pessoalmente – toda a relação foi desenvolvida virtualmente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui