Prefeitura entrega mais mil cartões do Programa Bolsa Social

0

O maior programa social da história de Camaçari – o Bolsa Social – teve mais uma página escrita na manhã desta quinta-feira (19/9), oportunidade em que mais mil famílias em situação de vulnerabilidade social receberam o cartão que dá direito ao benefício de transferência de renda. A cerimônia ocorreu no auditório da Casa do Trabalho, que foi ocupado pela população. Desde o lançamento, essa é a segunda entrega realizada, totalizando 2 mil pessoas contempladas. A meta é de chegar a 5 mil beneficiários até o final deste ano.

Tomado por forte emoção, o prefeito Elinaldo Araújo tranquilizou as famílias que ainda não foram contempladas. “O processo de busca ativa, realizado pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania, através da Coordenadoria de Proteção Social Básica, continuará acontecendo até que 100% das pessoas, que acatem aos critérios, sejam atendidas”, destacou o chefe do Executivo, ao completar que “o Bolsa Social veio para promover ainda mais dignidade à população carente da cidade”.

Dentro da premissa do programa, que tem como objetivo amparar as famílias em situação de vulnerabilidade social, por meio da proteção básica, visando a garantia da vida, a redução de danos e a prevenção de incidência de riscos, a secretária do Desenvolvimento Social e Cidadania, Andrea Montenegro, lembrou que além do Bolsa Social, Camaçari tem o Mão Amiga, programa que beneficia a população com cesta básica, vale gás, doação de colchão e cobertor, além de auxílios enxoval, aluguel, funeral, documentação, passagem, entre outros benefícios. Na oportunidade, a gestora agradeceu ao prefeito Elinaldo pela sensibilidade com que vem tratando as questões sociais, o que, segundo ela, tem feito a diferença por onde a Sedes passa. “Seguimos adotando a orientação do prefeito, que é dar prioridade e cuidar dos que mais precisam”, concluiu.

Na ocasião, foram escolhidas cinco donas de casa para entrega simbólicas dos cartões. A senhora Joelma de Jesus, 30 anos, moradora do Ponto Certo, foi uma delas. Desempregada e com três filhos, incluindo uma recém-nascida, para criar e sustentar, ela falou que o sentimento que pode expressar o momento é gratidão. “Estou feliz e agradecida por ter sido contemplada. Esse cartão vai me ajudar muito nas despesas da casa”, ressaltou.

Realizado com recursos próprios, o valor do benefício é de R$100 ou R$150 para ser utilizado nos supermercados e farmácias do município. Além de complementar a renda, o programa possibilitará a inserção dos beneficiários no mercado de trabalho, uma vez que conta em sua estrutura com capacitação profissional.

Foto: Tiago Pacheco

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui