Rede de supermercados doa cem toneladas de alimentos para funcionários

0

Desde o começo da pandemia, a RedeMix tem distribuído cestas básicas mensalmente aos colaboradores. A iniciativa visa minimizar os impactos da crise causada pelo Covid-19

Há quatro meses, o repositor de produtos Tiago dos Santos, funcionário do grupo varejista RedeMix, comemora o recebimento de uma cesta de produtos robusta, que permite uma maior tranquilidade para passar o mês, ao lado da mulher e de seus três filhos. Tiago faz parte do grupo de cerca de dois mil funcionários da empresa, que desde o início da pandemia, já distribuiu mais de cem toneladas de alimentos aos colaboradores.

“Sentimos a necessidade de fazer mais do que a manutenção de empregos e ações sociais com a comunidade. Voltamos nosso olhar para a necessidade destas pessoas que estão conosco no dia a dia, e sabermos que estamos colaborando para que eles possam trabalhar mais felizes e tranquilos, é muito bom”, disse o diretor da rede, João Claudio Nunes.

Para Tiago, a ação do empregador representa muito. “Vivemos um momento muito diferente, com várias dificuldades que ainda estamos aprendendo a enfrentar. Ter a possibilidade de um ganho extra em itens que teríamos que comprar nos ajuda demais. Além disso, nos sentimos vistos pela empresa, que se sensibilizou e não esqueceu de olhar para os funcionários”, afirma ele.

Segundo a operadora de caixa, Talilane Freitas de Melo, a ação tem ajudado a manter o equilíbrio financeiro na sua casa. “São itens de primeira necessidade, que teríamos que comprar mensalmente e agora, justo neste momento de calamidade que vivemos, temos isso garantido pela empresa. Estamos todos muito felizes”, disse Talilane.

Um dos motivos que levou o desenvolvimento desta campanha, segundo o diretor João Claudio Nunes, foi perceber que muitos funcionários estavam passando por dificuldades em função da perda de emprego de familiares, que auxiliavam a complementar a renda.

“Sabemos que muitas famílias tiveram perdas nos rendimentos, pois somavam seus salários aos de outros integrantes para arcar com os custos mensais. Dessa forma, decidimos colaborar para reduzir os gastos com alimentação”, afirma ele.

Desde o início da pandemia, o grupo ativou diversas campanhas sociais, como a que entregou dez toneladas de alimentos para as instituições sociais Apae Salvador, Centro Espírita Paulo e Estevão e a Igreja Nossa Senhora da Luz.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui